Siga a gente:

© 2017 Designed by Silvia Montoya - www.silviamontoya.com 

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Icons-Email-White

Killing e Feevale oportunizam noite de inspiração na abertura do Inovamundi

October 22, 2019

Evandro Wolfart, Milton Killing e Waldemar Niclevicz contaram suas histórias de sucesso e cativaram o público

 

Evento marcou a abertura do Inovamundi 2019 e lotou o Teatro Feevale. (Foto: Paulo Baptista)

 

Na noite de segunda-feira, 21 de outubro, durante a abertura do Inovamundi 2019, programa de incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico da Feevale, a plateia foi convidada para uma imersão ao mundo dos sonhos realizados. Evandro Wolfart, diretor de tecnologia da Dublauto Gaúcha, Milton Killing, diretor-presidente da Killing S.A. Tintas e Adesivos, e Waldemar Niclevicz, primeiro alpinista brasileiro a conquistar o Everest, subiram ao palco do Teatro Feevale e provaram ao público, por meio de suas histórias, que conquistar objetivos é possível desde que se tenha persistência, autoconfiança e empenho.

O foco do evento patrocinado pela Killing foi inspirar universitários, empreendedores, colaboradores e comunidade a identificar suas metas e construir um planejamento que conduza até elas. Para tratar do assunto, nada melhor do que enxergar os obstáculos pelo olhar de um alpinista repleto de conquistas. Waldemar Niclevicz iniciou a palestra abordando a beleza por trás dos objetivos e o quanto ela precisa ser contemplada. Deixou claro que não há motivos para não lutar por seus sonhos, independente das condições é preciso iniciar a ação.

Começar pela menor montanha é uma das estratégias apresentadas por Niclevicz, segundo ele, para chegar ao cume mais alto é preciso treinamento, experiência, que se conquista chegando a topos menores, mas também importantes. “Muita gente me diz: mas vai levar muito tempo. Que leve o tempo que precisar, estamos falando da maior montanha do mundo”, reflete o alpinista, alertando sobre as barreiras colocadas no caminho.

Para ele, que largou a academia militar para escalar montanhas e deixou os cursos de Medicina e Artes Cênicas pela faculdade de Turismo, chegar aos objetivos é uma questão de autoconfiança, persistência, comprometimento e planejamento. Ao longo de sua história, aprendeu a elaborar projetos, criar produto, buscar patrocínio, montar equipe, integrar pessoas e calcular riscos.  Bagagem que permite a Niclevicz apoiar e incentivar outras pessoas a serem como ele, um “realizador de sonhos”.

As palestras são espaços nos quais o alpinista divulga seu esporte, pouco conhecido no país, inspira pessoas e conta sobre diversas culturas. Após tantas conquistas, ajudar o outro é um novo desafio de retorno satisfatório. Niclevicz segue sonhando com novos cumes e deixa uma dica: “faça por você mesmo e tente mostrar para as pessoas um pouco dessa importância, para ver se elas se contagiam”.

Escalada Killing

Milton Killing, diretor-presidente da Killing, abriu sua fala dizendo que toda história começa com um sonho e o de sua empresa iniciou pelo o desejo de crescimento coletivo de seu pai, Celestino Leopoldo Killing. Ele construiu uma indústria sólida, com 57 anos de sucesso, líder na América em adesivos para calçados, uma das dez maiores fabricantes de tintas do Brasil, com portfólio de aproximadamente 2.500 produtos.

O diretor-presidente da empresa destacou que o sucesso dessa trajetória se sustenta nos valores incutidos por Celestino desde a fundação. Entre eles, a valorização dos colaboradores, que ocupa espaço central na empresa. “É preciso dar oportunidade para as pessoas, porque elas são magnificas e trazem soluções quando lhes é permitido e incentivado”, ressaltou. Milton ainda revelou que seus melhores consultores são os colaboradores da Killing e que o crescimento da empresa é uma evolução conjunta com o grupo de trabalho. “Nós coproduzimos soluções”, finalizou Killing.

Reinvenções da Dublauto

As transformações e inovações da Dublauto Gaúcha, contadas por Evandro Wolfart, diretor de tecnologia da empresa, mostraram que é preciso analisar o mercado, se reinventar e buscar qualificação. A Dublauto, que nasceu como fornecedora de serviços de beneficiamento têxtil para o mercado calçadista da região, percebeu nas dificuldades enfrentadas com a concorrência chinesa uma oportunidade de mudança. Wolfart falou sobre a importância da aproximação com instituições de auxílio, pesquisa e inovação, como a Universidade Feevale, o Sebrae e a Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), responsáveis pela transição de foco do seu produto, que agora é saúde e conforto, explorando um diferente nicho de mercado.                              

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags