Davi Pereira Melo é o vencedor do 3º Desafio Kisafix

September 15, 2020

Com o protótipo ShapeShifter, o morador de Franca/SP destacou-se no curso, conquistando a capa da Revista Lançamentos Trends e uma viagem a Milão

 

 

 

 

Jean Pinheiro, diretor comercial da Killing, e Cenira Verona, gestora de projetos e inovação da Killing, comandaram a cerimônia de premiação do Desafio Kisafix.

 

Na quarta-feira, 26 de agosto, a equipe da Killing, junto ao corpo de jurados, revelou, em uma cerimônia de premiação online, o vencedor do 3º Desafio Kisafix de Design Calçadista – Prêmio Acesso. Davi Pereira Melo, designer, de 20 anos, morador de Franca/SP, conquistou o concurso com o projeto ShapeShifter.  A cerimônia fez parte da programação do Inspiramais 2021_II 100% Digital. Davi agora é capa da Revista Lançamentos Trends, com o protótipo vencedor do concurso e ganhou uma viagem para Milão, na Itália, na qual poderá se atualizar quanto às inovações e tendências da moda calçadista, expandindo, cada vez mais, o seu talento. O Prêmio Acesso é promovido pela Killing S/A, por meio da marca Kisafix, líder em adesivos para calçados na América Latina, e tem como objetivo o reconhecimento de designers do ramo calçadista brasileiro, assim como o incentivo à inovação e ao desenvolvimento do segmento.

 

O projeto vencedor leva o nome de ShapeShifter, porque significa metamorfo ou "aquele que troca de forma" e se deve ao fato de que o tênis pode ser utilizado de nove formas diferentes, por meio de um botão de pressão localizado em sua lateral, permitindo acoplar gorgurões e um bolso removível totalmente modular. O conceito por trás do modelo gira em torno da personalização e da versatilidade. No quesito sustentabilidade, os destaques são o couro utilizado no cabedal, proveniente de sobras de fábricas de calçados, a lona feita pelo processamento de garrafas PET e o tapete da sola produzido pela reciclagem de borrachas. Além disso, o tênis ainda conta com as tecnologias Kisafix 4085, Kisafix PU 14001 SM3, Kisafix Primer EVA 60 SUV, Solvente 90 SO 270, Solvente 90 SO 024, forro em poliamida reciclada biodegradável e palmilha biodegradável.

 

Inserida no concurso, desde a criação, Cenira Verona, gestora de projetos e inovação da Killing, comentou que realização do Acesso, neste ano de pandemia, foi um verdadeiro desafio para a própria Killing. “Percebemos dificuldades na ação dos participantes em termos práticos, de construção dos seus protótipos, e também em termos emocionais. Mas fomos resilientes e nos adaptamos mantendo o concurso ativo. Essa foi mais uma forma de demonstração de sustentabilidade, na qual mostramos que o fator adaptação ao cenário imposto é imprescindível para o sucesso de qualquer trabalho. Sinto um orgulho especial desta edição, e parabenizo os bravos participantes resistentes que ficaram conosco até o final”, destacou Cenira.

 

Presentes no evento, Jean Pinheiro, diretor comercial da Killing, e Milton Killing, diretor-presidente da empresa, também deixaram seus depoimentos sobre esta edição. Pinheiro destacou a importância do design para o desenvolvimento da indústria calçadista. “Nosso propósito também é de estreitar laços com esses importantes profissionais, criando uma comunicação mais direta, para demonstrar as diversas possibilidades que nossos produtos oferecem. Estamos felizes com a receptividade deles ao desafio e entusiasmados com os projetos inovadores e criativos”, finalizou. Milton Killing parabenizou os participantes e exaltou o trabalho da organização do concurso que conseguiu mantê-lo em meio às dificuldades do momento. “O tema desta edição é de extrema relevância dentro da indústria, a sustentabilidade é o caminho a ser tomado por todos nós e criar ações que despertam a criatividade e o interesse no tema é promover o desenvolvimento da área”, concluiu.

 

Os jurados Nelson Batista Zimmer, Walter Rodrigues e Tatiana Ritzel também elogiaram os participantes e salientaram a importância do Desafio Kisafix para o fomento e desenvolvimento do design calçadista, destacando o tema da edição, sustentabilidade, como extrema relevância para o setor. O vencedor da 2ª edição, Arnaldo Calixto, também participou do evento. Realizado com a vitória, Davi comemorou: “Quando conheci o Acesso, vi que era a oportunidade perfeita para que eu pudesse desenvolver um produto inovador com todo o suporte necessário. Depois de alguns problemas devido à pandemia, acho que consegui atingir meu objetivo: criar um tênis sustentável e versátil. Ser nomeado como campeão com este projeto foi realmente realizador”, disse o vencedor do 3º Desafio Kisafix de Design Calçadista.

Sobre a Killing

Inaugurada em 1962, a Killing atua no mercado de Adesivos e Tintas Industriais e Imobiliárias com foco na qualidade e no atendimento das necessidades dos clientes. Com a marca Kisafix, opera como líder na América em adesivos para Calçados, oferecendo uma ampla linha de produtos entre Adesivos Premium, Adesivos Hotmelt, Adesivos Base Água, além de produtos auxiliares.  Possui serviço de assistência técnica em toda a América Latina.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags